T3 de 130m2, recentemente intervencionado com sinais de modernidade mas escuro e sem alma, repleto de objectos e mobiliário antigo a necessitar de reciclagem e cuidado.

Uma base leve e neutra, que reflectisse mais luz era fundamental, por isso, foram pintadas paredes, tectos, portas e rodapés de branco. Para estabelecer algum contraste e dar destaque ao corpo central que ligava o hall com a sala comum, optou-se por pintá-lo num tom de salmão, ajudando no cruzamento da paleta de cores seleccionada para os têxteis e complementos de decoração.

Foi estudada a distribuição e implantação do mobiliário, para que todos os compartimentos ficassem funcionais e mais acolhedores. Inúmeras peças foram restauradas, sendo estofadas com têxteis de cores quentes e alegres. Na sala comum, junto à zona de refeições, foi utilizado um papel de parede de padrão floral com cores fortes, ajudando a dar dinâmica e realce à parede, para atenuar a presença de um aparador de madeira escuro existente.

A estante de livros desenhada e executada à medida para o escritório e todo o mobiliário e peças de decoração propostas, vieram reforçar um estilo de linhas simples e rectas, renovando o ambiente geral do apartamento.